Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

28 de abril de 2016

Divulgação do Final de Semana

Espetáculo VERDE (IN)TENSO

    Ver-de (In) tenso é uma obra coreográfica de dança contemporânea baseada na pesquisa gestual do homem do pampa gaúcho. Um recorte da personalidade pampeana tanto antropológica como territorial, em nossa contemporaneidade. O
foco coreográfico será construído com movimentos temperados pelos verdes do campo que emolduram toda a nossa vivência mesmo na região urbana.
    A imensidão de nosso pampa, a velocidade dos ventos, planícies, vastos campos, uma sequencia de movimentos contaminados de lutas, crenças, rezas, perdas, canções, ritmos, latifúndios, misérias, carcaças... o pampa que se reinventa desdobrando o verde em todas as gamas confundindo horizontes em cada desafio do dia.

Espetáculo de danças urbanas Suspiro

    O Espetáculo/performance “ Suspiro ” é performance, é dança, é arte urbana/graffiti, é vídeo dança, é a junção de muitas linguagens em diversos lugares. Corpos e linguagens diversas que comunicam com um único objetivo... falar!
    Suspiro é deixar a emoção em suspenso, um doce que eu comia na minha avó, é expandir os pulmões ao máximo. O espetáculo segue nessa direção, do ápice, que se traduz no corpo, na dança, e na própria vida cotidiana de três bailarinos nascidos em bairros suburbanos de uma capital em crise. Na mixagem de linguagens, as danças urbanas dão suas mãos para a arte do Graffiti, do Dj e do Mc, criando instantes de poesia e confiança.

27 de abril de 2016

Centro de Dança lança o livro Escritos da Dança no DIA INTERNACIONAL DA DANÇA


Escritos da Dança traz 28 artigos inéditos

Escritos da Dança é um projeto editorial da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre/RS através do Centro Municipal de Dança que visa suprir uma lacuna da área editorial relativa ao segmento da dança. Os textos destacam a produção em dança na citada cidade, nos seus aspectos históricos, sociais, poéticos, políticos ou pedagógicos entre outros, como processos criativos, de pesquisa e de composição, histórico de grupos e cias, procedimentos metodológicos do ensino e formação em dança e apreciação de obras coreográficas. Neste volume organizado por Airton Tomazzoni, Monica Dantas e Wagner Ferraz, 28 textos e 32 autores que trazem artigos, relatos de experiência, pesquisas e narrativas poéticas. O lançamento acontece no dia 29 de abril, às 18h30, no mezzanino da Usina do Gasômetro (Av. João Goularte, 551), em comemoração do Dia Internacional da Dança
Dentre os artigos estão resgates das biografias de coreógrafos e professores como Iara Deodoro (Grupo Afrosul/Odomodê) e Anette Lubisco. A obra ainda reúne relatos de experiências e estudos sobre processos criativos de grupos como Terpsí Teatro de Dança. O contexto da dança do ventre e dança flamenco na capital também aparecem na obra que contempla ainda aspectos como a dança para mulher com câncer, desenvolvido pelo projeto Onco dance. Além disso, as iniciativas de inclusão da dança na rede municipal de ensino são descritos pelas professoras Ângela Tonon e Andrea Azambuja.
Centros culturais e bibliotecas interessadas podem retirar gratuitamente a obra. Informações 32898065/ tomazzoni@smc.prefpoa.com.br

Programação das comemorações ao Dia Internacional da Dança

COOPERAÇÕES EM MOVIMENTO

No dia 29 de abril, sexta-feira, durante toda tarde na Sala 209 na Usina do Gasômetro com entrada franca.

No dia 30, sábado, LUCIANA PALUDO CONVIDA às 18h.

No dia 1° de maio – II Encontro de BAMBOLÊ com Vera Carvalho.

Criado pelo Comitê Internacional de Dança da Unesco, a data homenageia o nascimento do bailarino, professor e ensaísta francês Jean-Georges Noverre (1727 – 1810). Para além da homenagem, a data propõe aos artistas contemporâneos uma profunda reflexão sobre o fazer artístico, valorizando a sua diversidade, realçando as suas especificidades, e reafirmando o entrelaçamento de suas linguagens.

DIA 29, sexta;
13:30h até 14:30h– aula de dança com Bambolê com Vera Carvalho. Esta atividade pretende disponibilizar a prática da dança com bambolê para todos os interessados. A proposta é trabalhar oferecer ferramentas para que os participantes construam suas próprias formas de dança. Os temas abordados serão a movimentação (e manipulação) fluida do aro - explorando níveis e dinâmicas - assim como truques simples e transições, em pequenas sequências coreográfcas.

14:30h às 15:30h – Fala/café - Alexandra Dias fala sobre seu projeto Solos em Contaminação que está sendo desenvolvido no programa de doutorado em dança na University of Roehampton em Londres/Inglaterra. Uma pesquisa a partir da prática - vou fazer uma fala sobre meu projeto de pesquisa em dança em andamento e que está sendo desenvolvido no programa de doutorado em dança da university of roehampton em Londres na Inglaterra.

15:30h às 16:30h – aulão com Jair Umann e Andrea Spolaor.
16:30h às 17:30– aula/dança contemporânea com Eva Schul;
17:30h às 18:30h – aula Hip Hop 90’s Fresh com Uantpi Flowjack; O melhor dos Anos 90 na cultura hiphop e no que influencio na vida das pessoas.
18:30h – Lançamento do livro “ Escritos da Dança” organizado por Airton Tomazzoni, Mônica Dantas e Wagner Ferraz no mezanino da Usina do Gasômetro;
Escritos da Dança é um projeto editorial da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre/RS através do Centro Municipal de Dança. Visa suprir uma lacuna da área editorial relativa ao segmento da dança. Os textos destacam a produção em dança na citada cidade, nos seus aspectos históricos, sociais, poéticos, políticos ou pedagógicos entre outros, como processos criativos, de pesquisa e de composição, histórico de grupos e cias, procedimentos metodológicos do ensino e formação em dança e apreciação de obras coreográficas. Neste volume organizados por Airton Tomazzoni, Monica Dantas e Wagner Ferraz, 28 textos e 32 autores.

19:30 – Mostra de trabalhos artísticos;
Bruno Parisoto : la voix du chat noir – Licenciatura em dança na UERGS

Gabriela Correa: lá, aqui e depois – Licenciatura em Dança na UERGS

Respiro – Turma de Estudos do corpo I/curso de licenciatura em dança UFRGS – Coordenação de Carla Vendramin.

Performance/improviso – Limites com Viviane Lencina e Alexsander Vidateli/ Ânima Cia de Dança.

Performance” Pequenas ações cotidianas de amor e paz” com Carla Vendramin, Luciano Tavares, Eduardo Severino, Luciana Paludo, Thais Pethzold, Cibele Sastre, Xanda Dias, Viviane Lencina, Rubiane Zancan, Mônica Dantas e Luciane Soares.

Fragmento “IN/compatível? “ com Luciano Tavares, Andrew Tassinari, Viviane Gawazee e Eduardo Severino.

DIA 30, sábado;

Projeto “Luciana Paludo Convida...”
2º Edição com Douglas Jung
Sala 209 - Às 18h
Ingressos – Inteira – 20,00/meia 10,00
Informações: lupaludo@terra.com.br

DIA 1° de maio, domingo;

II Encontro de Bambolê
Com Vera Carvalho
Sala 209 - Às 15h
Informações: gentependurada@gmail.com

Realização: Eduardo Severino Cia de Dança/ Ânima Cia de Dança/ Mimese Cia de dança coisa / Gente Pendurada e Coletivo de Dança da Sala 209.
Informações: http:// eduardoseverinociadedanca.wordpress.com

Apoio: Usina do Gasômetro/ Usina das Artes/Secretaria Municipal de Cultura/ Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Centro de Dança/Coletivo de dança da Sala 209/ Curso de graduação em dança da UFRGS/ESEFID /Curso de licenciatura em dança da UERGS/ Café do Mercado.

13 de abril de 2016

Prêmio Açorianos 2016

Jurados do Prêmio Açorianos 2016
       
O Centro de Dança apresenta a comissão julgadora do Prêmio Açorianos de Dança 2016. A comissão é composta de profissionais de diversas áreas da dança indicados por seus pares. Eles têm a importante missão de reconhecer o melhor da produção da cidade em 2016.

Grande Júri
Airton Tomazzoni é jornalista, coreógrafo e professor. Diretor da Companhia Municipal de Dança de Porto Alegre.  Doutor em Educação pela UFRGS. Lecionou no curso de Dança da UERGS e é professor dos cursos de especialização em dança da PUCRS e UFRGS. É diretor do espetáculo Guia Improvável para Corpos Mutantes e do Projeto Dança Tece o Tempo.

Ana Maria Vasconcelos é psicóloga, Gestalt Ttrapeuta, apreciadora e incentivadora das artes, dancoterapeuta AG/ / Performance e bailarina//GED 2014/2015/2016

Brysa Mahaila é professora universitária do curso de Pedagogia do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, é Mestre em Processos e Manifestações Culturais (FEEVALE, 2013). Especialista em Dança e Marketing ( PUCRS, 2003 e 1992). Bacharel em Comunicação Social, Relações Públicas ( PUCRS, 1986). Diretora do Templo do Oriente Dança do Ventre, onde atua como professora, coreógrafa e bailarina desde 1996.  É pesquisadora em Dança do Ventre há 20 anos e coordenadora do Curso de Formação Profissional em Dança do Ventre do Templo do Oriente desde 2004.  Entre os principais trabalhos artísticos destaca-se a participação na Novela O Clone, Rede Globo em 2002. Colunista da Revista Shimmie, especializada em Dança do Ventre no ano de 2012. Prêmio Açoriano de Dança como destaque de Dança do Ventre em 2015. Autora da Coleção em 3 volumes, Os pilares da profissionalização em Dança do Ventre, editora Kaleidoscópio de Ideias, São Paulo, 2016.

Cauan Feversani vem ao longo dos anos explorando diversas técnicas artísticas. Compõe sua bagagem com criações em dança de rua e contemporânea, graffiti, fotografia, atuação e performance. Há três anos mantém sua pesquisa audio-visual, aprofundando as competências de edição, captação, direção, e direção de arte, explorando diversas formas do fazer visual. É também graduando em licenciatura na faculdade de Filosofia da PUCRS.

Emily Borghetti Iniciou seus estudos em flamenco em 1994 na escola Cadica Danças e Ritmos onde desde 2004 ministra aulas de Flamenco e Fusão. Integrante da Cadica Cia de Dança que além do flamenco apresenta danças folclóricas brasileiras e latino-americanas. Participou de importantes projetos como o festival de folclore Folkloriada na Coréia do Sul, Festival de folclore da Corredoura em Portugal, Porto Alegre em Dança como coreógrafa e bailarina e coreografou a comissão de frente da escola de samba Acadêmicos de Gravataí em 2013. Contribuíram para sua formação também alguns nomes do flamenco internacional como Miguel Alonso, Carlos Carbonel, Yanina Martinez, Manuel Liñan, Belém Fernandes, entre outros. É Arquiteta e Cursa Pós Graduação em Arquitetura e Cenografia na Uniritter. 

Marlise Nedel Machado é bailarina e professora de dança. Salientam-se em sua formação as áreas de  ballet clássico, jazz e danças de salão, com enfoque principal para o estudo e pesquisa do Tango. Foi co-idealizadora e diretora do Festival Internacional de Tango de Porto Alegre (Prêmio Açorianos de Dança - 2012) e, desde 2011, integra o elenco fixo do espetáculo Tãn-Tãngo, de Hique Gomez (Prêmio Açorianos de Música - 2012). É delegada titular do Colegiado Setorial de Dança do RS e Presidente da Asgadan — Associação Gaúcha de Dança. É também Bacharel em Letras pela UFRGS, com habilitação para Tradutora em Línguas Inglesa e Portuguesa.

Mirco Zanini é Projetista e técnico em iluminação com mais de 15 anos de experiência. Vencedor do prêmio Açorianos de iluminação em Dança de 2015. Atua em projetos de iluminação para circo, teatro, dança, música, artes visuais e arquitetura. 

Novas Mídias em Dança
Roberta Fofonka é jornalista e bailarina. Fez parte de redações no Rio Grande do Sul como repórter e videomaker. Foi integrante do Grupo Experimental de Dança da Cidade em 2015 e hoje mantém ativamente pesquisa em contato improvisação. Atualmente escreve para o Jornal do Comércio e desenvolve projetos pessoais de investigações de dança, vídeo e performance.
Wagner Ferraz: é Mestre em Educação pela UFRGS; foi Coordenador do Dança do Estado do RS - IEACEN/SEDAC; Titular do Colegiado Setorial Estadual de Dança; Graduado em Dança (ULBRA); Especialista em Gestão Cultural e em Educação Especial; Pesquisador do Observatório da Educação CAPES/INEP - PPGEDU/UFRGS - com o temas Dança, Corpo e Educação; Professor e Coordenador de Cursos Livres do INDEPin; Editor do Periódico Eletrônico Informe C3 (www.processoc3.com/ISSN: 2177-6954); Já dirigiu, coreografou e atuou como bailarino em vários espetáculos, performances, festivais e mostras de dança.


Destaque em Balé
Angela Tonon é graduada em Educação Física pela ESEF – IPA. É pós-graduada em Dança (PUC-RS). Possui formação em balé clássico. É professora de Educação Física e Dança na rede municipal de Porto Alegre.
Isabel Beltrão é Bailarina, Professora de Ballet Clássico e Alongamento. Teve sua formação na Escola de Dança João Luiz Rolla, após seguiu estudando e aprofundando-se na metodologia de Vaganova com diversos mestres. Graduada em Educação Física (UFRGS) e Pós Graduada em Dança e Consciência Corporal (Universidade Gama Filho). Em 1985 abre sua escola de Dança, o Ballet Redenção, onde atualmente é professora e diretora artística. Recebeu diversos prêmios por suas montagens de obras de Repertório Clássico, e em 2014 recebe o Troféu Açoriano de Dança em “Destaque Balé Clássico”.

Destaque em Danças Folclóricas/Étnicas
Alexandre Oliveira é produtor de espetáculos de danças folclóricas. Atua como bailarino, coreógrafo e diretor do Folclore Ucraniano Solovey há 26 anos. Participou de espetáculos de danças Gregas, Portuguesas, Polonesas e Brasileiras,  também recebeu inúmeros prêmios da categoria folclore em sua trajetória. Hoje escreve enredos folclóricos para produção de espetáculos, também atua como cenógrafo e figurinista na produção de desfiles de carnaval em Porto Alegre e interior do estado
Siomara Kronbauer é graduada em Educação Física pela UFRGS e Direito pela PUCRS, Especialista em Folclore pelo Instituto Palestrina, Especialista em Dança pela Universidade Gama Filho SP, Especialista em Envelhecimento e Qualidade de Vida pela UFRGS, bailarina, atriz, coreógrafa , professora de dança e focalizadora de danças circulares.

Destaque em Dança Contemporânea
Ana Maria Vasconcelos é psicóloga, Gestalt Ttrapeuta, apreciadora e incentivadora das artes, dancoterapeuta AG/ / Performance e bailarina//GED 2014/2015/2016
Iandra Cattani é Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trabalha como bailarina e performer desde 2009, quando ingressou no Grupo Experimental de Dança de Porto Alegre, no qual estudou por dois anos. Participou de inúmeros cursos de dança, teatro e canto com profissionais renomados nacional e internacionalmente, e recebeu duas indicações ao Prêmio Açorianos de Dança na categoria Melhor Bailarina. Atualmente dá aulas de Sistemas Corporais Para a Fluidez do Movimento, pesquisa a hibridização de linguagens, a performance e a Filosofia da Diferença.


Destaque em Dança do Ventre
Hind Said Said é descendente de libaneses, bailarina e coreógrafa profissional com DRT 6367/RS
e Sated 4567/RS. Iniciou sua profissionalização em out/1994 e atualmente tem seu proprio estudio onde ministra aulas e traduz a arte da dança enraizada desde pequena em sua vida. Organiza eventos de dança,ministra aulas e seu estilo eh o ventre tradicional e nunca deixando de abranger as danças folclóricas em seus cursos e shows.
Brysa Mahaila é professora universitária do curso de Pedagogia do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, é Mestre em Processos e Manifestações Culturais (FEEVALE, 2013). Especialista em Dança e Marketing ( PUCRS, 2003 e 1992). Bacharel em Comunicação Social, Relações Públicas ( PUCRS, 1986). Diretora do Templo do Oriente Dança do Ventre, onde atua como professora, coreógrafa e bailarina desde 1996.  É pesquisadora em Dança do Ventre há 20 anos e coordenadora do Curso de Formação Profissional em Dança do Ventre do Templo do Oriente desde 2004.  Entre os principais trabalhos artísticos destaca-se a participação na Novela O Clone, Rede Globo em 2002. Colunista da Revista Shimmie, especializada em Dança do Ventre no ano de 2012. Prêmio Açoriano de Dança como destaque de Dança do Ventre em 2015. Autora da Coleção em 3 volumes, Os pilares da profissionalização em Dança do Ventre, editora Kaleidoscópio de Ideias, São Paulo, 2016.

Destaque em Jazz
Aldo Gonçalves é Licenciado em Educação Física pela ESEF/UFRGS, Maitre de Ballet Clássico e Jazz, Diretor do Festival “Vem Dançar SUDAMERICA", foi membro da Comissão de Avaliação e Seleção do FUMPROARTE - Pref/POA, Recebeu mais de 1000 prêmios nacionais e internacionais como bailarino e coreógrafo, jurado principal na Final Nacional de Danças na Argentina, foi bailarino da primeira formação da Cia Municipal de Dança de Porto Alegre, foi Presidente da Associação Gaúcha de Dança, é Conselheiro de Estado da Cultura do RS.
Cintia Correa Bracht é Graduada em Jornalismo, especializou-se em fotografia de dança e teatro. Bailarina e também professora, estudou com diversos nomes da dança, entre eles Walter Arias, Tony Abott, Gisele Meinhardt, Vitória Milanez, Suzana D´Ávila, Aldo Gonçalves, Alessandra Chemello e Diego Mac.

Destaque em Dança de Salão
Izabela Gavioli é diretora, coreógrafa e bailarina no Grupo LAÇOS – Dança de Salão Contemporânea.  Médica (Reumatologia e Medicina do Esporte). Professora Assistente do Curso de Licenciatura em Dança da UFRGS. Doutoranda em Artes Cênicas/PPGAC UFRGS. Membro da International Association for Dance Medicine and Science (IADMS).
Marlise Nedel Machado é bailarina e professora de dança. Salientam-se em sua formação as áreas de  ballet clássico, jazz e danças de salão, com enfoque principal para o estudo e pesquisa do Tango. Foi co-idealizadora e diretora do Festival Internacional de Tango de Porto Alegre (Prêmio Açorianos de Dança - 2012) e, desde 2011, integra o elenco fixo do espetáculo Tãn-Tãngo, de Hique Gomez (Prêmio Açorianos de Música - 2012). É delegada titular do Colegiado Setorial de Dança do RS e Presidente da Asgadan — Associação Gaúcha de Dança. É também Bacharel em Letras pela UFRGS, com habilitação para Tradutora em Línguas Inglesa e Portuguesa.

Destaque em Sapateado
Leonardo Stenzel, a trajetória artística de Leonardo Stenzel começou na música, ainda criança participou da orquestra infanto-juvenil da UFRGS e aos poucos foi ingressando nos estilos populares, tendo participado como baterista e percussionista profissional em grupos de Rock, POP e MPB. Em 2001 encontrou o sapateado americano e desde então vem atuando nessa área como sapateador de diversos grupos (destaque para o grupo “Devir Tap Band”). Ministra oficinas de percussão corporal e também trabalha com produção de vídeos e trilhas. Foi indicado ao Prêmio Açorianos em 2006, concorrendo na categoria de melhor trilha sonora para espetáculos de dança e venceu o Prêmio Açorianos de 2013 na categoria de destaque em sapateado pelo roteiro do musical “Rotinoia”.
Naira Nawroski é bailarina, coreógrafa e professora especializada no ensino do ballet clássico infantil. Tem formação em Sapateado Americano pelo Método Marchina – SP. Diretora do Naira Nawroski Centro de Artes Integradas. Graduada em Pedagogia –habilitação em Educação Pré-escolar- pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul –PUC/RS e pós-graduada em Psicomotricidade Relacional pelo Centro Universitário La Salle de Canoas/RS.

Destaque em Flamenco
Emily Borghetti Iniciou seus estudos em flamenco em 1994 na escola Cadica Danças e Ritmos onde desde 2004 ministra aulas de Flamenco e Fusão. Integrante da Cadica Cia de Dança que além do flamenco apresenta danças folclóricas brasileiras e latino-americanas. Participou de importantes projetos como o festival de folclore Folkloriada na Coréia do Sul, Festival de folclore da Corredoura em Portugal, Porto Alegre em Dança como coreógrafa e bailarina e coreografou a comissão de frente da escola de samba Acadêmicos de Gravataí em 2013. Contribuíram para sua formação também alguns nomes do flamenco internacional como Miguel Alonso, Carlos Carbonel, Yanina Martinez, Manuel Liñan, Belém Fernandes, entre outros. É Arquiteta e Cursa Pós Graduação em Arquitetura e Cenografia na Uniritter. 
Bianca Benevenutto bailaora e professora de Flamenco. Desde 2008 atuou ministrando aulas regulares, integrando o corpo de baile e escala fixa(balando todo mês no palco do Tablado desde 2008) do Tablado Andaluz e em espetáculos da companhia e da escola que rodaram o Rio Grande do Sul: Canela y Fuego , Arsa y Toma , Compás Del Tiempo, Flamencura , Veinte! , Federico, Simplesmente Flamenco, 1º Festival Flamenco. Atualmente ministra aulas no Núcleo Flamenco Palo Santo, sediado na Academia Anatomic.

Destaque em Danças Urbanas
Cauan Feversani vem ao longo dos anos explorando diversas técnicas artísticas. Compõe sua bagagem com criações em dança de rua e contemporânea, graffiti, fotografia, atuação e performance. Há três anos mantém sua pesquisa audio-visual, aprofundando as competências de edição, captação, direção, e direção de arte, explorando diversas formas do fazer visual. É também graduando em licenciatura na faculdade de Filosofia da PUCRS.
Tuka Santos, sua formação em Danças Urbanas começou em 2003, por Jeferson Costa e Bruno de Carvalho (SC. Foi bailarina por sete anos do premiado Grupo Hip Hop Soul e ganhou junto do grupo o 1º Lugar no Festival Internacional de Hip Hop (Curitiba-PR) em 2009; 1º lugar no Premio Desterro Florianópolis e 2º lugar no Festival de Joinville (2010); foram semifinalistas do concurso "Se Ela Dança eu Danço" - SBT (2011). Pioneira no desenvolvimento do projeto social "Floripa Viva Hip Hop", com Grupo Hip Hop Soul e o Instituto Nexxera em 2012 Pioneira da primeira crew feminina de Floripa, da qual é integrante, chamada "Broken Ladies Crew". É integrante no Nação Hip Hop Brasil/SC; foi arte-educadora no "Projeto Social Educar" (2013). Ganhadora do Prêmio da Cultura Hip Hop Preto Ghoéz (2010); é Pós-graduanda em Especialização em Dança - PUCRS e Instrutora de Danças Urbanas na Escola Preparatória de Dança de Porto Alegre.

Projetos de Formação/Difusão em Dança
Ilza do Canto é relações públicas, formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e bailarina, formada pela Escola de Dança de São Paulo. É técnica em comunicação da Prefeitura de Porto Alegre e atua no Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura.
Já exerceu as funções de Diretora Geral e Secretária Adjunta da Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Rio Grande do Sul. Já foi Coordenadora de Relações Públicas e Secretária de Comunicação da Prefeitura de Porto Alegre. Foi também professora substituta de Relações Públicas da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS e professora de dança no Grêmio Náutico União.
Luka Ibarra é produtora cultural, sócia gerente da Lucida Desenvolvimento Cultural, produtora da Companhia Municipal de Dança da Cidade de Porto Alegre, assim como da Eduardo Severino Cia de Dança, Ânima Companhia de Dança e Companhia H desde 2008. Responsável pela idealização e execução de projetos Culturais como "Circulação em dois Atos", prêmio FUNARTE Klauss Vianna de dança em 2012 e "sopros", prêmio FUNARTE Klauss Vianna 2015, entre outros

11 de abril de 2016

Edital de Ocupação dos Teatros Municipais - 2º Semestre de 2016

Teatro Renascença 

Estão abertas as inscrições para ocupação do Teatro Renascença e da Sala Álvaro Moreyra para o segundo semestre de 2016. O período de inscrições vai até as 17h de 9 de maio. As inscrições serão realizadas exclusivamente pelas fichas eletrônicas disponibilizadas no site www.portoalegre.rs.gov.br/smc e blog www.maisteatro.org.

Maiores informações através do link: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/smc/default.php?p_noticia=185688&TEATROS+RENASCENCA+E+ALVARO+MOREYRA+ABREM+INSCRICAO+PARA+OCUPACAO

1 de abril de 2016

Divulgação do Final de Semana

IN/compatível? remontagem 2016 

Informações: https://www.catarse.me/incompativelremontagem


Festival de Contato Improvisação de Porto Alegre/RS

Inscrições e informações: sulemcontato@gmail.com

31 de março de 2016

Maratoninha de Dança acontece neste sábado no bairro Sarandi


Como parte das comemorações dos 244 anos de Porto Alegre, ocorrerá, neste sábado, 2, das 9h às 12h, a 2ª Maratoninha de Dança, na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Doutor Liberato Salzano Vieira da Cunha (rua Xavier de Carvalho, nº 274, Sarandi). Promovido pela Prefeitura de Porto Alegre, por intermédio das Secretarias Municipais de Educação (Smed) e da Cultura (SMC), o evento é uma realização da Companhia Municipal de Dança e da Escola Preparatória de Dança (EPD).
A coordenadora da Escola Preparatória de Dança, Débora Leal, declarou que o evento propiciará o aprofundamento de conhecimentos e a vivência de novas experiências. “A 2ª Maratoninha será um momento de troca de saberes entre estudantes, professores e bailarinos”, informou. Além de uma mostra de coreografias, serão promovidos workshops ministrados pelos bailarinos da Cia Municipal de Dança. Participarão das oficinas os alunos das instituições sede da Escola Preparatória: Emef Pepita de Leão, Emef Senador Alberto Pasqualini, Emef Deputado Victor Issler, Emef José Loureiro da Silva e da própria Liberato Salzano. Serão desenvolvidas oficinas de balé, jazz, dança contemporânea e danças urbanas.
Na Maratoninha acontecerá o lançamento da Companhia Jovem de Dança de Porto Alegre, que será formada pelos alunos e alunas que estão se destacando nas Escolas Preparatórias de Dança e que passarão a ter aperfeiçoamento semanal de aulas e ensaios com o elenco de profissionais da Cia Municipal de Dança. A programação terá ainda apresentações da Cia Municipal de Dança, da Cia Restinga Crew, da EPD Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) José Loureiro da Silva e da EPD Emeb Dr Liberato Salzano Vieira da Cunha. Estima-se, dentre alunos, professores, bailarinos, pais e demais membros da comunidade.
De acordo com Nara Margarete Melo, coordenadora do programa Escola Aberta, a Escola Preparatória de Dança visa a oferecer o acesso à dança, oportunizando uma formação continuada e a 2ª Maratoninha será mais um oportunidade de conhecer outras linguagens, além da experiência das aulas e oficinas ministradas na Liberato Salzano. “É a oportunidade de descentralizarmos as ações da Cia de Dança e das EPDS, aproximando a Cia dos alunos e da propria comunidade.”, ressalta Airton Tomazzoni, diretor da Companhia Municipal de Dança.
Companhia Municipal de Dança – É uma parceria das Secretarias Municipais de Educação (Smed) e da Cultura (SMC), com apoio do Gabinete da Primeira-Dama. Criada em 2014, é formada por 15 bailarinos remunerados, dos mais variados estilos, que atuam de segunda a sexta-feira, na Usina do Gasômetro. A Cia desde sua criação já produziu três espetáculos, atingindo mais de 12 mil espectadores e em 2016 realizará turnê pelo Brasil.
Escola Preparatória de Dança – Projeto idealizado por Airton Tomazzoni, Nara Margarete Melo e Débora Leal. A ação oportuniza a formação continuada em dança para alunos oriundos de escolas situadas em bairros de vulnerabilidade social e das respectivas comunidades. A iniciativa está ligada à Companhia Municipal de Dança. Seu foco, além da formação artística, busca a inclusão e o aproveitamento de talentos. Somadas às oficinas desenvolvidas por meio do projeto Cidade Escola, também administrado pela Smed, cerca de 500 alunos da rede municipal de ensino têm acesso a turmas de formação em danças como balllet, jazz, artes circenses, capoeira, sapateado americano, danças urbanas, danças brasileiras, dança contemporânea, dança de salão, aulas de ritmos, arte circense, ateliê de figurinos, folclore, noções do corpo humano e ateliê coreográfico (videodança, história da dança e outras linguagens). As aulas são ministradas, durante a semana por professores da rede municipal de ensino, educadores da SMC e educadores sociais da Fundação de Educação e Cultura do Sport Club Internacional (Feci).
Conheça um pouco mais sobre a Escola Preparatória de Dança no vídeo O que a dança te faz sentir?